CARTA ABERTA DA COMISSÃO DE JUSTIÇA E PAZ

Recife, 8 de maio de 2020

CARTA ABERTA DA COMISSÃO DE JUSTIÇA E PAZ

Para os excelentíssimos Senhores

Paulo Henrique Saraiva Câmara – governador do estado de Pernambuco

Geraldo Júlio de Mello Filho - prefeito da cidade do Recife

Em primeiro lugar queremos aplaudir a iniciativa de formação do Comitê Científico de Combate ao Coronavírus, por parte do Consórcio Nordeste, do qual o estado de Pernambuco é não apenas integrante, mas uma de suas principais lideranças.

Em virtude do grave momento em que vivemos, em todo mundo e, de sobremaneira, em Recife e no estado de Pernambuco, vimos, manifestar o nosso apoio ao proposto no Boletim de nº 06, emitido pelo Comitê Científico de Combate ao Coronavírus, Consórcio Nordeste e Projeto Mandacaru em relação a:

01 - Manutenção das medidas do Isolamento Social;

02 - Instalação do Lockdown no estado de Pernambuco;

03 - Centralização das Vagas em UTI e, aqui, reiteramos o nosso apoio ao Manifesto Leitos Para Todos + Vidas Iguais, que propõe a garantia do acesso universal e igualitário a todos os pacientes com casos graves da doença que necessitem de leitos de internação e terapia intensiva através do Sistema Único de Saúde (SUS). (https://docs.google.com/forms/d/1d04ORfsgWgQc-Isxv0SaLz29Pr16zhRycqfAQjYKHTQ/viewform?edit_requested=true)

4 – Medidas para implantação das Brigadas de Saúde;

5 – Contratação de médicos intensivistas;

6 - Proteção às equipes de saúde;

7 - Desinfecção rigorosa de banheiros para prevenir infecção hospitalar;

8 – Sala de situação e controle em operação;

9 - Recomendações sobre testes para COVID-19 por RT-PCR;

10 - Subcomitê de assessoria estratégica.

Diante dos problemas que vêm acontecendo de identificação de mortos pela Covid-19, ocorridas na rede pública, muitas famílias ficam sem nenhuma informação sobre seus entes queridos.

Apoiamos a sugestão já feita por alguns setores da sociedade que seja criada, em Pernambuco, uma Comissão da Verdade dos desaparecidos da Covid-19 para que, ao final dessa crise, sem precedentes na história de nosso Estado, possam, os sepultados sem identificação, serem identificados e suas famílias notificadas.

Certos de contar com a sua atenção, ficamos no aguardo de que sejam tomadas, com celeridade, as providências que o combate à Covid-19 requer.

Atenciosamente,

 

Antonio Carlos Maranhão de Aguiar

Coordenador da Comissão de Justiça e Paz – AOR

 

Maria Luíza Alessio

Vice coordenadora da Comissão de Justiça e Paz - AOR

 

fonte: http://institutodomhelder.blogspot.com/