Notas Públicas

     
     
    Dom Guilherme Werlang, Bispo de Lages (SC)
     
    Sempre que a sociedade, por meio de entidades oficiais como a ONU, a IGREJA ou outras organizações instituem ou criam DIAS (datas) ESPECIAIS, é para oficializar datas comemorativas de acontecimentos já antes festejadas pelo povo ou segmentos sociais, ou para fazer memória festiva de pessoas que marcaram sua presença no mundo ou para serem dias e datas para chamar atenção local ou mundialmente PARA GRANDES PROBLEMAS em que a humanidade toda deve se engajar para superar tais situações.
     
    Uma destas datas é celebrada hoje, DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO. Esta data foi estabelecida pela ONU em 1979, mas assumida por 150 países, a cada ano desde 1981. A finalidade específica aí NÃO É PARA FAZER FESTA, mas para CONSCIENTIZAR a opinião pública, E EXIGIR dos governos que em seus programas e planos INCLUAM POLÍTICAS PÚBLICAS em relação às questões relativas à nutrição e à alimentação.
     
    Esta mesma data corresponde também a fundação da FAO = “Food and Agruculture Organization, “Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura”, que por sua vez já existia desde 1945.
     
    Desde 1981, cada ano escolhe-se um tema próprio para abordar a questão da nutrição e alimentação. O primeiro foi “A COMIDA VEM PRIMEIRO. Depois os temas vairam, mas sempre giram em torno da alimentação, nutrição, mulheres trabalhadoras na agricultura, biodiversidade, agricultura familiar, nutrição e alimentação COMO DIREITO DE TODOS, necessidade de formação de cooperativas, meio ambiente, produção orgânica e sem venenos na produção de alimentos, fome zero, etc. Para este ano o tema é: “CRESCER, NUTRIR, SUSTENTAR. JUNTOS”.
     
    Necessariamente temos que chamar atenção que há uma grande diferença entre COMER e NUTRIR. Não é suficiente COMER. A grande maioria da humanidade COME MAL porque COME o que consegue COMPRAR, ou o que RECEBE por doações governamentais ou pela CARIDADE, ou aqueles RESTOS DESCARTADOS E QUE VIRARAM LIXO. Outros, que também são milhões COMEM MAL porque têm demais, se empanturram, ou porque SÓ COMEM DE TUDO O QUE É INDUSTRIALIZADO, ENVENENANDO, EXAGERADO EM CONSERVANTES E NORMALMENTE COM DESEQUILÍBRIO DE PROTEÍNAS, VITAMINAS, SAIS MINERAIS, AMIDO, enfim, nada ou muito pouco, do que faz bem para a saúde humana, segundo nosso sistema digestivo foi criado pelo Deus Criador.
     
    Enquanto grande parte da humanidade é “pele e osso”, outra grande parte, sofre de “obesidade mórbida”.
     
    Na linguagem bíblica simbólica e figurativa que narra o PARAÍSO TERRESTRE, Deus criou ANTES DE CRIAR O SER HUMANO, um Jardim, PARAÍSO, onde podia se encontrar TODAS as espécies de frutas, verduras, plantas, árvores, animais terrestres, aquáticas e aves e também AGUAS CRISTALINAS. Fez tudo isso para que SERVICE DE NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO da OBRA MÁXIMA de seu amor criador que viria logo a seguir como a “cereja do bolo”, O HOMEM E A MULHER.
    A VIDA E A MORTE estão em nossas mãos e em nossas DECISÕES. Ou voltamos a PROTEGER E RECUPERAR A NATUREZA DESTRUÍDA E A PRODUZIR ALIMENTOS SAUDÁVEIS E VARIADOS E NOS REEDUCAREMOS PARA UMA SADIA NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO, ou continuaremos a passos largos e acelerados para a morte e enquanto esta não chegar teremos sobre nossas mesas, em cada refeição, mais variedade de remédios, comprimidos e drogas terapêuticas do que comidas.
    Quando nossos pratos principais passam a ser não mais os alimentos, mas os produtos farmacêuticos, é porque HÁ MUITO TEMPO JÁ ESTAMOS NO CAMINHO ERRADO.
     
    As políticas brasileiros estão totalmente erradas enquanto voltadas para a produção primeira em vista da exportação, ao invés da produção para NUTRIR E ALIMENTAR NOSSOS FILHOS E FILHAS, desta terra bendita e abençoada.